NOTÍCIAS
ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS E FIQUE POR DENTRO


Enem 2018: 10 temas de redação que podem cair na prova
Tão importante quanto ter domínio sobre o tema é saber qual o formato da redação
23/10/2018

Faltam poucos dias para o Enem 2018, que ocorre nos dias 4 e 11 de novembro, mas ainda dá tempo de revisar uma parte do que foi estudado ao longo do ano – inclusive os temas que poderão ser cobrados na redação. 

Tão importante quanto ter domínio sobre o tema que poderá ser avaliado é saber qual o formato da redação. 

Segundo especialistas, o texto pretende avaliar se o aluno tem condições de compreender o que chamou de "texto híbrido ou não verbal", ou seja, uma imagem, um texto, uma charge, um infográfico, uma tabela. 

Além disso, a redação sempre precisa ter três elementos: a contextualização do tema, o apontamento de causas e consequências para o problema apresentado pela prova e a construção de uma proposta de intervenção, de solução. 

Veja a lista com dez temas que poderão ser cobrados na redação do Enem 2018. 

1. Preconceito linguístico
O Brasil é um país extenso, formado por diferentes povos de diferentes origens – e que têm formas distintas de falar, se expressar. A aposta é que este tema possa ser o escolhido para os alunos. 

2. Bullying nas escolas
Este é um tema que sempre está em discussão nas salas de aula. Crianças e adolescentes praticam e são vítimas de agressões, xingamentos, ofensas que se travestem de brincadeira. É importante abordar na redação as causas de quem pratica o bullying, e trazer exemplos concretos, como o caso do menino de Goiás que atirou nos colegas, um assunto de relevância nacional e cronologicamente próximo. 

3. Envelhecimento populacional
As pessoas estão vivendo cada vez mais não só no Brasil, como em todo o mundo. Isso é consequência, entre outros fatores, do desenvolvimento da medicina e das famílias que optam por ter menos filhos. A questão que se apresenta é: o país está preparado para essa inversão na pirâmide etária? O Estado preparou-se para atender a esse brasileiro? 

4. Analfabetismo no Brasil
Segundo o IBGE, em 2017, 11,4 milhões de brasileiros não sabiam ler nem escrever no Brasil. Se o acesso à educação é um direito constitucional, como explicar essa situação? É importante o candidato perceber e comentar em sua redação que tais números reforçam os índices de desigualdade no Brasil, que ultrapassam a questão da leitura e atingem outras fragilidades sociais. 

5. Legalização do aborto
O aborto vem sendo discutido há tempos por diversos setores da sociedade. Alguns especialistas acreditam que o aborto é uma questão de saúde pública. Neste ano, o Senado da Argentina chegou a votar a legalização do aborto, mas o Congresso do país decidiu que prática ainda deve ser considerada ilegal.  

6. Fake News na sociedade brasileira
Nunca o Brasil falou tanto sobre as chamadas "Fake News", ou melhor: relatos com informações falsas que circulam principalmente nas redes sociais. O aluno pode falar sobre a irresponsabilidade de quem produz as Fake News. Quais são as consequências causadas por quem espalha essas informações falsas? Uma boa possibilidade de abordagem do tema na redação é demonstrar como a baixa qualidade de leitura e interpretação aliada ao fácil acesso das Fake News por meio da tecnologia figuram como alguns dos principais fatores que motivam esse fenômeno. 

7. Desmatamento da Amazônia
Entre agosto de 2017 e julho deste ano, o desmatamento cresceu 39% em relação ao período anterior segundo dados do Imazon, instituto que monitora a Amazônia. A área destruída chega a quase 4 mil quilômetros quadrados – 13 vezes o tamanho da cidade de Belo Horizonte. Essa é uma discussão importante porque mostra que não há consciência ambiental no Brasil, tanto no governo quanto na população. 

8. Lixo, consumismo e sustentabilidade
Esse é outro tema relacionado ao meio ambiente. Para onde vai o lixo que produzimos, o que acontece com os produtos, o que consumimos cada vez em maior quantidade? Essa questão envolve responsabilidade política e conscientização das esferas públicas e sociais. Na verdade, o lixo produzido não é apenas responsabilidade do Estado, mas também do cidadão. 

9. Mobilidade urbana no Brasil
Nas grandes cidades, ainda é muito forte a cultura do transporte individual. As ruas e avenidas estão cheias de carros que formam filas enormes de congestionamento. Por outro lado, a qualidade dos transportes coletivos é criticada por muitos usuários. Pouco se investe em políticas de deslocamento no país. As pessoas perdem tempo de vida dentro do transporte.

10. Vício em games e sua classificação como doença pela OMS
É muito comum ver crianças e adolescentes que passam horas na frente do computador ou do videogame. Muitos pais e mães sentem que precisam ser rígidos para controlar os filhos para que estudem, pratiquem esportes, leiam, durmam. O vício em jogos eletrônicos passou a ser considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa questão pode ser cobrada na redação do Enem 2018 porque o uso da tecnologia para jogar protagonizou matérias e noticiários em 2018. 

Fonte: G1

CENTRO EDUCACIONAL FAAG LTDA - EPP
Av. Marginal Vereador Delfino Tendolo, D1200 - Agudos/SP - CEP 17.120-000
Contatos: Tel: +55 14 3262-9400 / Fax: +55 14 3262-9401
E-mail: contato@colegiofaag.com.br